Skip to main content
Tag

manutenção preventiva fachadas

Reforma X Restauração: entenda qual o melhor caminho para a sua obra!

By ArtigoNo Comments

É comum encontrar síndicos e gerentes prediais que não sabem se precisam reformar ou restaurar a fachada. Se esse também é o seu caso, este artigo é para você, falaremos sobre a diferença entre esses dois conceitos que, muitas vezes, são assimilados de forma equivocada.

Reforma e restauração de fachada são serviços que podem parecer idênticos, mas na verdade são técnicas e processos totalmente diferentes.

Entender qual deles condiz com a sua necessidade, é fundamental para alinhar as expectativas relacionadas ao custo, empresa que deve ser contratada, e o resultado final.

Então, antes de iniciar o processo de cotação, entenda com antecedência quais alterações serão feitas, para que você contrate a empresa correta, e saiba exatamente qual serviço deverá ser realizado, e obviamente quanto a obra custará, porque para cada uma dessas técnicas – reforma e restauração – há um valor específico, que varia consideravelmente de uma para outra.

Pois bem, e qual é a diferença entre Reforma e Restauração?

Reforma

A reforma é um método bastante utilizado na área da construção civil, ela tem como objetivo deixar o local, ou o empreendimento, com aspecto de novo.

Nesse tipo de obra, não é preciso ter compromisso com as características originais da edificação. Os construtores têm liberdade para modificar algumas características do empreendimento, como por exemplo, criar novos cômodos, mudar as cores das paredes, alterar a fachada, e assim por diante.

Ou seja, não é preciso manter o estilo original do imóvel. A ideia da reforma é fazer interferências que mudem a aparência antiga.
Vale destacar que as mudanças feitas no empreendimento, não podem afetar a segurança do imóvel.
Portanto, quando você pensa em fazer alguma mudança significativa na edificação, retirar uma parede, mudar uma janela, alterar a fachada, essas ações devem ser feitas com o apoio de profissionais capacitados, para garantir a qualidade do serviço e segurança de todos.
Mesmo que a reforma pareça simples, sempre conte com a ajuda de profissionais.

Restauração

Já o conceito de restauração é bem diferente da reforma.

No restauro é preciso respeitar a originalidade da edificação. Ou seja, serão feitos consertos e reparos para retornar o empreendimento à sua forma original.

A restauração nada mais é do que um processo de revitalização. Você só vai consertar e reparar aquilo que o tempo desgastou, respeitando as características originais do local ou do empreendimento como um todo.

Geralmente, o restauro é realizado em prédios históricos, com a intenção de manter a identidade, as características e a autenticidade de uma época.

A empresa responsável por uma obra de restauração, realiza apenas alterações para garantir o bom funcionamento do imóvel, mantendo ao máximo a aparência original do empreendimento.

E vale a mesma orientação, contrate sempre empresas especializadas.

Restaurar ou reformar: qual serviço escolher?

Agora que você conhece a diferença entre reformar e restaurar, já pode decidir qual deles escolher, e qual profissional procurar para realizar a obra no seu empreendimento.

Se você gerencia um prédio que não é tombado, a opção mais comum é optar pela reforma e fazer algumas pequenas alterações.
Mas, se o imóvel tem um estilo de época muito particular e você não quer perder essa característica – ou não pode modificar, caso o prédio seja tombado – a melhor opção é a restauração.

E independentemente da técnica escolhida, tome cuidado ao contratar, opte por empresas de confiança, que apresentem garantia nos serviços prestados e tenham boa reputação no mercado.

Boas Manutenções Prediais para ti.

——

Sobre o autor Felipe Lima

Mestre engenheiro, palestrante, escritor, visionário, detalhista e apaixonado por manutenção predial. Na sua trajetória profissional já atuou nos estados de SP, BA, DF, PA, RJ, em empreendimentos comerciais, residenciais, shoppings e galpões logísticos.

——

Com 27 anos de experiência no ramo de construção civil, mais de 1.900 obras realizadas em diversos segmentos e profissionais altamente especializados, a Atala Engenharia acumulou muitas técnicas e experiências para dar toda tranquilidade ao cliente. Por isso, incentivamos que você escolha a empresa ideal, aumentando sua satisfação, segurança, qualidade da entrega e a durabilidade da obra.

Seu patrimônio merece ser valorizado ∴
, fale agora mesmo pelo WhatsApp com o nosso time de representantes.

Foto: freepik.com

Clique aqui para baixar o arquivo pdf da matéria.

Entenda o que é pele de vidro e quais são os cuidados necessários na manutenção

By ArtigoNo Comments

Não há dúvidas que as fachadas são o cartão de visita dos empreendimentos, e que as fachadas glazing – ou pele de vidro, como também são chamadas – agregam maior valor e estética às construções.

Mas, para que o resultado seja positivo é fundamental que as fachadas estejam limpas e recebam a manutenção preventiva adequada, caso contrário o que era para ser um atrativo, passa a ser um ponto de atenção.

E como devem ser feitas essas limpezas e manutenções? Quais são os pontos cruciais? O que não pode passar despercebido? Qual material deve ser utilizado?

Pois bem, é exatamente sobre isso que trata este artigo.

 

O que é pele de vidro

Como o próprio nome indica, a pele de vidro é um tipo de fachada, na qual o vidro é colado nos perfis de alumínio, essa “pele de vidro” fica sobreposta à estrutura.

Para quem olha o empreendimento pelo lado de fora, não enxerga a estrutura de alumínio, apenas os vidros, dando a impressão de ser de fato uma pele de vidro que cobre toda a extensão, ou parte da estrutura predial.

Manutenção Preventiva em Pele de Vidro

Assim como os demais sistemas da edificação precisam passar por manutenção preventiva, o mesmo vale para as fachadas de vidro.

A manutenção preventiva nesse sistema tem como premissa manter a estética do elemento, e prevenir infiltrações e desgastes precoces.

Dessa forma, para que o resultado final seja alcançado, é imprescindível contar com o apoio de empresas e profissionais especializados no assunto.

A melhor alternativa, mais econômica, e mais segura, é contratar uma empresa terceirizada especializada no assunto, para fazer a limpeza e verificação das vedações.

As empresas que atuam nesse segmento já possuem todos os equipamentos necessários para garantir a segurança do profissional e boa qualidade do serviço.

Além de possuírem mão de obra especializada, tais empresas realizarão os procedimentos de forma adequada, e utilizarão os produtos corretos para cada aplicação.

Os produtos químicos para fazer a limpeza da fachada de vidro devem ser selecionados com muito cuidado. Caso a escolha seja feita da maneira equivocada, o produto utilizado pode causar danos aos materiais da pele de vidro, gerando manutenções corretivas e trocas dos componentes da fachada.

Como deve ser feita a limpeza de pele de vidro?

Antes de entrar na parte técnica, de como é feita a limpeza de fato, primeiro é importante destacar que existem vários riscos envolvidos nessa atividade, o principal deles é com relação a segurança dos colaboradores que realizarão o trabalho em altura. Somente pessoas com treinamento e prática, podem fazer esse tipo de serviço.

Além do treinamento de segurança, existem outras atribuições técnicas que esse profissional precisa ter para fazer a limpeza das peles de vidro.

Ele precisa ter conhecimento de causa e efeito, saber quais produtos devem ser utilizados em cada material, e quais são os procedimentos de limpeza que devem ser aplicados.

Caso o produto utilizado para limpeza não seja o adequado, fatalmente o vidro e os elementos da esquadria serão danificados.

Além do vidro, a esquadria também pode ser prejudicada, os tratamentos superficiais (como pintura eletrostática e anodização) também podem sofrer, caso seja aplicado o produto ou a técnica errada.

Resumindo, a limpeza de pele de vidro deve ser feita por profissionais altamente treinados e capacitados, e com todos os equipamentos de segurança necessários para essa atividade.

Espero que tenha gostado, e entendido o que são as peles de vidro, como devem ser mantidas e quais os cuidados relacionados à manutenção preventiva desse sistema.

Boas manutenções prediais para ti.
E até a próxima.

——

Sobre o autor Felipe Lima

Mestre engenheiro, palestrante, escritor, visionário, detalhista e apaixonado por manutenção predial. Na sua trajetória profissional já atuou nos estados de SP, BA, DF, PA, RJ, em empreendimentos comerciais, residenciais, shoppings e galpões logísticos.

——

Com 27 anos de experiência no ramo de construção civil, mais de 1.900 obras realizadas em diversos segmentos e profissionais altamente especializados, a Atala Engenharia acumulou muitas técnicas e experiências para dar toda tranquilidade ao cliente. Por isso, incentivamos que você escolha a empresa ideal, aumentando sua satisfação, segurança, qualidade da entrega e a durabilidade da obra.

Seu patrimônio merece ser valorizado ∴
, fale agora mesmo pelo WhatsApp com o nosso time de representantes.

Foto: unsplash.com

Clique aqui para baixar o arquivo pdf da matéria.

×